Literatura

CuriosidadesLiteratura

18 histórias infantis para dormir (com interpretação)

Ao final de um dia cansativo, as histórias infantis podem ser recursos criativos e divertidos para ajudar as crianças a pegarem no sono, Isso porque, muitas vezes, os pequenos têm dificuldades em relaxar e simplesmente adormecer, precisando da atenção dos cuidadores.
Assim, as histórias para dormir podem ser contadas a fim de induzir ao sono, ao mesmo tempo que estimulam a imaginação e fantasia.

Read More
LiteraturaPoesia

O meu quintal é maior do que o mundo

Numa de suas entrevistas, ele diz: “O poeta não é obrigatoriamente um intelectual; mas é necessariamente um sensual.” É esse sensualismo poético que lhe permite “encostar o Verbo na natureza”. Talvez nenhum outro poeta tenha tido uma relação tão intensa com ela. A obra de Manoel de Barros foi escrita para o futuro. Meu quintal é maior do que o mundo revela a força, a vitalidade e o alcance universal da obra deste poeta inimitável.

Read More
Literatura

O avesso da pele – Vencedor Jabuti 2021

Um romance sobre identidade e as complexas relações raciais, sobre violência e negritude, O avesso da pele é uma obra contundente no panorama da nova ficção literária brasileira.
Vencedor do Prêmio Jabuti na categoria “Romance Literário”. 

O avesso da pele é a história de Pedro, que, após a morte do pai, assassinado numa desastrosa abordagem policial, sai em busca de resgatar o passado da família e refazer os caminhos paternos. Com uma narrativa sensível e por vezes brutal, Jeferson Tenório traz à superfície um país marcado pelo racismo e por um sistema educacional falido, e um denso relato sobre as relações entre pais e filhos.
O que está em jogo é a vida de um homem abalado pelas inevitáveis fraturas existenciais da sua condição de negro em um país racista, um processo de dor, de acerto de contas, mas também de redenção, superação e liberdade. Com habilidade incomum para conceber e estruturar personagens e de lidar com as complexidades e pequenas tragédias das relações familiares, Jeferson Tenório se consolida como uma das vozes mais potentes e estilisticamente corajosas da literatura brasileira contemporânea.

“Não é de graça que Tenório, além de autor premiado, é tão bem acolhido pelo público e pela crítica. Ele não faz turismo, safári social, na desgraça geral do país, não faz da crítica à desigualdade um truque, um atalho apelativo e barato, panfletário, para ter mais aceitação, reconhecimento. Estamos diante de um escritor que, correndo todos os riscos, sabe arquitetar uma boa trama e encantar o leitor. Por muitas vezes durante a leitura eu disse para mim mesmo: como ele consegue construir personagens tão reais e fáceis de serem amados? Eu agradeço, a literatura brasileira agradece.” ― Paulo Scott

“Através de um profundo mergulho em seus personagens, O avesso da pele consegue abordar as questões centrais da sociedade brasileira. E o mais potente nisso tudo é que, aqui, o real e as reflexões partem sempre de dentro pra fora.” ― Geovani Martins


Da editora

O AVESSO DA PELE - VENCEDOR DO JABUTI 2021O AVESSO DA PELE - VENCEDOR DO JABUTI 2021

Citação Fernanda Sousa para Folha de S.PauloCitação Fernanda Sousa para Folha de S.Paulo

UbiratanUbiratan

Fernanda Sousa no jornal Folha de S.Paulo.

Ubiratan Brasil no jornal O Estado de S. Paulo.

Raquel Carneiro na revista Veja.

   ;   ;

Antonio Obá nasceu em Ceilândia, cidade–satélite de Brasília, em 1983. Ele propõe em suas obras uma reflexão íntima sobre o corpo: preto, negro e miscigenado. O artista ainda mescla em seu trabalho situações ligadas ao preconceito étnico que marcaram a história, além de aspectos da tradição interiorana.

A pintura da capa de O avesso da pele faz referência a um episódio marcante da luta pelos direitos civis dos negros na América. Nas palavras do artista: A água, que a priori é para todos, aqui se torna um símbolo de segregação e luta. Na imagem do quadro, vemos um banhista prestes a pular na água. Para mim, o que está em jogo é uma espécie de batismo de fogo.

Recorte de “trampolim”, de Antonio Obá.

Texto descritivo sobre a obra trampolim de Antonio Obá.Texto descritivo sobre a obra trampolim de Antonio Obá.

Sobre “trampolim”

Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.

Sobre “trampolim”

Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.

Sobre “trampolim”

imagem de Antonio Obáimagem de Antonio Obá

Jeferson Tenório sobre Antonio Obá.

Antonio Obá é um artista que sempre admirei. Ao ver a capa pela primeira vez senti que a obra dialogava profundamente com meu romance. Na imagem vemos um homem negro, num trampolim, concentrado, como se estivesse numa prece, preparando o corpo para um mergulho em uma piscina interna. Dentro de uma casa, compondo uma atmosfera mais intimista, particular. Talvez a metáfora da jornada de Henrique e Pedro ao buscarem suas subjetividades. Um mergulho para além da cor pele. Uma luta para preservar seus afetos. Um trampolim em busca do avesso.

Recorte da foto de Celso Junior.

Texto descritivo sobre a obra trampolim de Antonio Obá.Texto descritivo sobre a obra trampolim de Antonio Obá.

Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.

Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.Texto descritivo sobre a obra trampolim, de Antonio Obá.

imagem de Antonio Obáimagem de Antonio Obá

Imagem de Jeferson TenórioImagem de Jeferson Tenório

“O avesso da pele não é um livro sobre o racismo e também não é um livro sobre a violência policial. Ele é antes de tudo uma reivindicação afetiva, que vai restituir a subjetividade perdida ou retirada em função do racismo e da violência. A questão central do livro é discutir as coisas que se perdem quando o Estado e a polícia agem dessa forma.”

JEFERSON TENÓRIO EM ENTREVISTA AO JORNAL NEXO

Foto de Carlos Macedo.

Editora ‏ : ‎ Companhia das Letras; 1ª edição (10 agosto 2020)
Idioma ‏ : ‎ Português
Capa comum ‏ : ‎ 192 páginas
ISBN-10 ‏ : ‎ 8535933395
ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8535933390
Dimensões ‏ : ‎ 20.8 x 14 x 1 cm

Read More
AutoresLiteratura

O Povo Brasileiro: A Formação e o Sentido do Brasil

Obra magistral de Darcy Ribeiro, um dos maiores antropólogos brasileiros, “O Povo Brasileiro” é uma tentativa de compreender quem somos, o que somos e a importância do nosso país. Este clássico retrata o inconformismo pela desigualdade social e percorre a história da formação da civilização brasileira.

Da editora

Darcy Bibeiro Darcy Bibeiro

O Brasil Como Problema

É urgente modernizar o Brasil. Esta necessidade, muitas vezes bradada por governantes em suas campanhas políticas, é enfrentada por Darcy Ribeiro com bravura e sabedoria neste O Brasil como Problema. Ainda que enxergue e exponha claramente os percalços da aventura da formação histórico-social brasileira, é com fé no futuro que Darcy Ribeiro projeta os próximos passos de sua nação.

Em sua visão, em que pesem as tragédias políticas, sociais e econômicas perpetradas por reis, por presidentes e por nossas elites ao longo dos tempos, a sociedade brasileira não está fadada ao fracasso eterno e também não pode imputar totalmente aos nossos antepassados as agruras com as quais hoje convive.

Um outro porvir é possível.

A viabilidade deste mistério chamado Brasil está exposta com nitidez neste livro. Um enigma que só uma mente prodigiosa e indignada como a de Darcy Ribeiro seria capaz de desvendar.

O Brasil Como ProblemaO Brasil Como Problema

Crise ética e política

“Uma funda preocupação ética percorre a nação brasileira. É a consciência, afinal alcançada, de que em nosso país tudo se deteriora e se degrada. A própria normalidade institucional vai se tornando uma anormalidade”.

O Brasil como Problema – Darcy Ribeiro

Darcy Ribeiro Darcy Ribeiro

O Estado Necessário

Acusam o Estado brasileiro de um crescimento abusivo que precisaria ser podado para não asfixiar o empresariado.

Querem o Estado mínimo dos neoliberais, socialmente irresponsável e servilmente confiante nas funções do mercado aberto como promotor do progresso. Um Estado imune ao clamor popular por emprego, casa e comida. Um Estado incapaz de intervenção na economia que não seja para beneficiar os ricos.

O Brasil Como Problema – Darcy Ribeiro

Conheça a vasta produção de Darcy Ribeiro.

O Povo Brasileiro O Povo Brasileiro

Diários Índios Diários Índios

Os Índios e a Civilização Os Índios e a Civilização

Configurações Histórico Configurações Histórico

O Povo Brasileiro

Obra magistral, e o maior desafio de Darcy Ribeiro, O povo brasileiro é uma tentativa de compreender quem somos, o que somos e a importância do nosso país.

Talvez uma tarefa dura, mas imprescindível, pois segundo Darcy:

“Este é um livro que quer ser participante, que aspira a influir sobre as pessoas e ajudar o Brasil a encontrar-se a si mesmo”.

Diários Índios

Organizador do Museu do Índio e responsável pelo plano de criação do Parque Indígena do Xingu, o antropólogo conheceu como poucos a alma daqueles que habitavam o Brasil antes da chegada dos europeus.

Com uma linguagem fluente e de maneira bastante despretensiosa, o livro traz os registros de duas temporadas de Darcy Ribeiro entre os anos de 1949 e 1951 entre os Urubus-Kaapor, em plena região amazônica,

Além de aspectos cruciais sobre a economia dos Urubus-Kaapor, sua rica tradição oral, suas ligações com os elementos da natureza, suas relações de parentesco, suas práticas de caça, pesca e coleta, todo um sistema de valores, enfim, que compunham os modos de vida deste importante grupo étnico.

Os Índios e a Civilização

Os índios e a civilização é obra da maturidade intelectual de Darcy Ribeiro. No livro, ele analisa com profundidade as relações entre as etnias indígenas e o contingente populacional em processo de expansão de novas áreas no território brasileiro ao longo da primeira metade do século XX. O objetivo da reflexão de Darcy é expor de forma bem fundamentada – ladeado pelo conhecimento de quem compreendeu a diversidade dos povos indígenas com rara clarividência – como os primeiros habitantes do Brasil lidaram com a o crescimento da pecuária, da agricultura e com o avançado processo de urbanização ocorrido no país no período. Ao mesmo tempo em que Darcy flagra as marcas do extermínio dos povos indígenas neste movimento de inserção deles na moderna sociedade brasileira, ele visualiza as formas de adaptação que possibilitariam sua sobrevivência e a perpetuação de seu rico legado.

Configurações Histórico – Culturais

O dinamismo do pensamento de Darcy Ribeiro sempre foi objeto de intensas polêmicas. A cada artigo ou livro que brotava de suas pesquisas e reflexões, ânimos e mentes nunca permaneciam indiferentes. Os dois ensaios do antropólogo que compõem este Configurações histórico-culturais dos povos americanos aparecem aqui devidamente analisados por intelectuais brasileiros e estrangeiros de peso que, no início dos anos 1970, foram convidados a expor suas impressões acerca das ideias de Darcy sobre as disparidades que pautaram a formação dos povos no continente americano e acerca de etapas fundamentais que vincaram a evolução sociocultural da humanidade.

Editora ‏ : ‎ Global Editora; Português edição (10 abril 2023)
Idioma ‏ : ‎ Português
Capa comum ‏ : ‎ 368 páginas
ISBN-10 ‏ : ‎ 8526022253
ISBN-13 ‏ : ‎ 978-8526022256
Idade de leitura ‏ : ‎ 18 anos e acima
Dimensões ‏ : ‎ 22.8 x 15.6 x 1.6 cm

Read More